17 de abr de 2012

Entrevista Débora Futscher

A entrevista de hoje é com a Promonauta Débora Futscher, que saiu em uma matéria do G1 essa semana e foi comentário no mundo das promoções.



Entrevista Débora Futscher
 

Saiu uma matéria da Débora Futscher no site G1 e dezenas de leitores do Baú da Promoção mandaram emails querendo saber mais sobre a história da Débora no mundo das Promoções.
Para nossa sorte a própria Débora deixou o link da entrevista dela na fanpage do blog, e atendendo a pedidos , ela é uma das Promonautas do Mês de Abril.

Baú da promoção: Débora, conte-nos como entrou para o mundo das promoções, e qual foi o primeiro prêmio que ganhou?

Débora:
Bom, eu ganhei um concurso na escola quando tinha 12 anos, e como premio ganhei um mês de lanche de graça na cantina. Depois ganhei um livro do shopping Rio Sul, no aniversário do Rio de Janeiro.

O primeiro grande concurso que ganhei foi da operadora vivo, eu tinha 23 anos. E o prêmio foi uma viagem para a Costa do Sauípe com direito a acompanhante. 



Entrevista Débora Futscher





BP: Quais foram os seus melhores prêmios até hoje?

Débora: Um Gol G5 0km, viagem para a Costa do Sauípe e viagem para Fernando de Noronha.

BP: Você tem algum caso engraçado para contar sobre promoções: Alguma loucura?Prêmio inusitado?

Débora: O prêmio que as pessoas mais acham engraçado foi um pote com 100 pirulitos. Tinha que mandar uma foto de uma careta para a Chupa-Chups, e mandei uma foto com meu vizinho de 2 anos fazendo uma careta igual a minha. Foi bem engraçada!

BP: Participa de promoções de cartas, cadastrar códigos? Já ganhou prêmios na sorte?

Débora: Não participo. Mas quando eu viajei para São Paulo para gravar a ação da promoção do carro fui sorteada no Vôo e ganhei um almoço em Higienópolis.

 Como não iria voltar em tempo hábil dei o vale para o pessoal do estúdio da Mariana Caltabiano (que promoveu o concurso).

BP: Na hora de criar frases, qual é o seu método? De onde vem a inspiração, a criatividade? Naturalmente ou prefere pensar bem?

Débora: Eu penso bem, faço pesquisas, leio o dicionário. Depois faço um brainstorm com as palavras mais relevantes! Pra depois criar a frase!

O importante é ficar atento ao regulamento da promoção, pois cada empresa busca uma coisa.

BP: Qual é o seu estilo de frase: Rima, Metáfora, Engraçadinhas, poéticas ou clichê?Qual você acha que agrada mais a comissão julgadora de um concurso?

Débora: Eu acho que eles gostam muito de rima e coesão!


BP: Você tem uma frase vencedora que é sua preferida, tipo ”Essa foi perfeita”? Uma frase que tenha orgulho de ter criado?

Sim, foi para a Nature Valley uma empresa de Barra de Cereal. A temática do concurso era “sabores da natureza”  A pergunta era  Porque a barra de cereal, sabores da natureza é tão saborosa?

"Porque a Nature Valley descobriu a melhor receita da maior mãe do mundo: a Mãe Natureza!"


BP: O que acha dos concursos de votação? Participa? Já ganhou algum prêmio com esse tipo de concurso?

Débora: Eu acho desonesto pois não premia de forma justa. Principalmente por que existem mecanismos de intercâmbio de votos!

Uma vez eu quase ganhei, mas no último dia fui ultrapassada. Aí eu desisti dessa modalidade de concurso.

 Até porque ela é ilegal. Muita gente não sabe mas existe uma legislação que regulamentam os concursos culturais!

Entrevista Débora Futscher

 
BP: Quais são suas dicas e/ou conselhos para quem quer se dar bem no mundo dos Concursos Culturais?

Pesquisar, ler bem o regulamento e soltar a imaginação! Não adianta escrever uma história triste. Você tem que ser autêntico!

BP: Há quanto tempo você é leitora do Baú da promoção e  como ele ajuda você na vida de promonauta?

Sou leitora há menos de um ano e me ajuda reunindo num só lugar várias promoções diferentes! Ficando mais fácil escolher quais eu vou participar!

Débora, obrigada por contar sua história no mundo das promoções, Sucesso sempre. 




Comentários
3 Comentários

3 comentaram:

Anônimo disse...

Eu vi a matéria da Débora no G1..e eu participei dessa promo do carro...agora sei quem pra quem perdi kkk legal a entrevista.

Laís.

Andreia disse...

Faltou o "sou humilde" na auto descrição do vídeo, o resultado de muitos concursos culturais, inclusive o mais recente valendo um carro 0km prova que nem sempre a criatividade é fator determinante na decisão do vencedor, parabéns a Dulce que ressaltou a persistência!

Anônimo disse...

A Dulce é fantástica!